Fórum Social Mundial 2013 19 a 23 de janeiro 2016
A- A+ A- A+    A A A A    ?

Marcha abre Fórum Social Mundial com milhares de pessoas

20/01/2016

Foto: Luciano Lanes / PMPAFortunati: Porto Alegre é destaque em pluralidade, participação e democracia


Diferentes movimentos sociais, membros de entidades da sociedade civil organizada, ativistas

, estudantes, centrais sindicais, ativistas, servidores públicos e políticos se concentraram no Largo Glênio Peres desde o início da tarde dessa terça-feira, 19. Cerca de 80 pessoas discursaram na concentração. Em todas as falas, propostas para um mundo com justiça social e igualdade de oportunidades.(fotos)

 
No fim da tarde, a partir das 17h, o prefeito José Fortunati e o vice Sebastião Melo integraram o grupo que participou da tradicional marcha de abertura do Fórum Social Mundial (FSM), junto com um dos representantes da organização do evento, Mauri Cruz, e o presidente do Instituto Amigos do FSM, Lélio Falcão. Também participaram da caminhada o ministro do Trabalho e Previdência Social, Miguel Rossetto, e o secretário municipal de Governança Local, Cezar Busatto, além de prefeitos de outras cidades, ex-governadores do estado, deputados e vereadores.
 
Fortunati destacou o protagonismo da capital gaúcha nos debates sobre democracia, diversida
de e igualdade. “O Fórum Social Mundial nasceu em Porto Alegre. A nossa cidade, ao longo do tempo, foi criando e aperfeiçoando diversos mecanismos de democracia participativa, além de ter a marca de movimentos sociais ativos, organizados e fortes. Por isso, nesses 15 anos do evento, é importante o retorno à Capital para que possamos avaliar as contribuições desse debate para a sociedade além de pensar ações futuras”, disse o prefeito. Ele ressaltou ainda a pluralidade de povos, ideologias, de culturas e ampla participação dos mais diversos grupos e classes na política, na economia e no desenvolvimento de Porto Alegre.
 
A caminhada percorreu a avenida Borges de Medeiros e levou mais de uma hora até o Largo Zumbi dos Palmares, no bairro Cidade Baixa. No local, o ato show com Nei Lisboa, Neto Fagundes e Rock de Galpão encerrou a programação de abertura do Fórum Social Mundial.
 
Carimbo - No início da tarde, no Salão Nobre do Paço Municipal, o lançamento do carimbo filatélico comemorativo aos 15 anos do Fórum Social Mundial foi um dos destaques da programação do evento nessa terça-feira. O carimbo foi lançado graças a uma articulação do Instituto Amigos do Fórum Social Mundial. Produzido pela Casa da Moeda, com apoio da Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos, o carimbo será utilizado na agência central de Porto Alegre, e sinalizará o início de uma "semana de circulação" de correspondências. Depois será enviado para o Museu Nacional do Correio.
 
Para marcar o lançamento foram carimbadas peças filatélicas e assinado um livro de ouro. Partici
param do ato o prefeito, José Fortunati, o diretor regional da Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos, Jair Batista Antunes, e o presidente do Instituto Amigos do FSM, Lélio Falcão. 
 
FSM 15 anos - A edição comemorativa do Fórum Social Mundial marca os 15 anos do primeiro encontro, realizado em Porto Alegre em 2001. Cerca de 20 mil pessoas são esperadas para os debates, que contarão com a participação de nomes como o do sociólogo português Boaventura de Sousa Santos, do filósofo espanhol Manuel Castells e do prefeito de São Paulo, Fernando Haddad. Parque Farroupilha (Redenção), Auditório Araújo Vianna, Câmara de Vereadores, Assembleia Legislativa, Largo Zumbi dos Palmar
es e Parque Harmonia, sede do Acampamento da Juventude, serão os principais espaços das discussões.
 
O FSM 2016 fará um balanço de ações realizadas ao longo da última década e meia, além de apontar desafios e perspectivas na luta por um outro mundo possível. Crise do capitalismo, contexto político brasileiro e internacional, participação da juventude, cultura de paz, racismo, integração latinoamericana, ativismo e o combate à xenofobia e à homofobia são alguns dos temas que serão trabalhados durante o encontro de janeiro.
 
A Prefeitura Municipal de Porto Alegre, como uma das organizadoras do evento, disponibilizou R$ 1 milhão para a instalação das estruturas nos principais territórios do fórum. Os órgãos da prefeitura con
tarão com três estruturas fixas no evento: dois estandes no Parque da Redenção, um da prefeitura e outro do Departamento Municipal de Água e Esgotos (Dmae), além de um estande do Departamento Municipal de Limpeza urbana (DMLU) no Largo Zumbi dos Palmares.
 
Além das estruturas, o poder público municipal tem uma programação de debates entre os dias 20 e 23 na Sala Porto Alegre, na Redenção.
 
Sobre o Fórum Social Mundial - O Fórum Social Mundial é um evento altermundialista organizado por movimentos sociais de muitos continentes, com objetivo de elaborar alternativas para uma transformação social global.


Texto de: Melina Fernandes
Edição de: Jandira Davila Feijó
Autorizada a reprodução dos textos, desde que a fonte seja citada.


              














Página 1 | 2 || Próxima

FÓRUM SOCIAL MUNDIAL |  PROGRAMAÇÃOSOBRE PORTO ALEGRE